Recentes ·

Governo lan%c3%a7a projeto adapta%c3%a7%c3%a3o da agricultura familiar %c3%a0s mudan%c3%a7as clim%c3%a1ticas1
Cabo Verde lança projeto de "Adaptação da Agricultura Familiar às Mudanças Climáticas”

29/08 às 17:14

O Projeto “Adaptação da Agricultura Familiar às Mudanças Climáticas”, a ser implementado pelo Programa de Promoção de Oportunidades Socioeconómicas Rurais (POSER), foi oficialmente lançado nesta segunda-feira, 21 de agosto, na cidade da Praia, na presença dos representantes do FIDA e dos Ministros da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva, da Saúde e Segurança Social, Arlindo Do Rosário e da Educação, Família e Inclusão Social, Maritza Rozabal. Este projeto, com a duração de quatro anos, surge da necessidade de se fazer face aos desafios inerentes às mudanças climáticas e intervirá em 10 localidades/bacias hidrográficas nas ilhas do Fogo, Santiago, São Nicolau e a Brava, beneficiando aproximadamente 6 075 pessoas. Os principais eixos de intervenção serão na utilização de águas superficiais disponíveis nas barragens, na mobilização de águas subterrâneas a partir de furos já existentes, mas não equipados e na redução do custo de bombagem com a substituição do sistema de alimentação elétrica para utilização de energia fotovoltaico. Fonte: http://governo.cv/index.php/destaques/8220-governo-lanca-projeto-adaptacao-da-agricultura-familiar-as-mudancas-climaticas

Cv
  15 Nov
Feira Internacional de Cabo Verde - FIC 2017

05/06 às 10:04

Cabo Verde é um estado insular constituído por um arquipélago de dez ilhas, que se encontra situado geograficamente no centro das importantes rotas comerciais que ligam a África e a Europa aos mercados da América do Sul e da América do Norte. A posição geoestratégica e a estabilidade económica, política e social, diferenciam Cabo Verde da maioria dos países africanos. Com o objetivo de dinamizar a presença portuguesa na Feira Internacional de Cabo Verde e as exportações para este mercado, convidamos a V/ empresa a participar neste evento que constitui uma excelente oportunidade para conhecer e contatar empresários, associações empresariais e autoridades cabo-verdianas, bem como empresários dos países limítrofes da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO). A FIC – Feira Internacional de Cabo Verde é uma feira multisetorial anual que constitui o maior evento comercial com dimensão internacional em Cabo Verde Para mais informações: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSeXQeNSG79mTl7s2f0duJMDdKWf8qp3vNrdYaS90Iz6nSvqIg/formResponse

Gaia banner header
Do you have a big idea that could transform agriculture and agribusiness in West or North Africa?

01/03 às 11:31

We are pleased to announce that Gender Agribusiness Investments for Africa is now accepting applications from institutions and enterprises for the 2017 AWARD AgTech Innovation Challenge for West and North Africa. GAIA has been launched by African Women in Agricultural Research and Development (AWARD) to increase agribusiness investments in technological and business model innovations that help bridge the gender gap in African agriculture and particularly those that enhance the positive participation of African women in agricultural value chains across the continent. West Africa: Benin, Burkina Faso, Cape Verde, Cote d’Ivoire, Gambia, Ghana, Guinea-Bissau, Liberia, Mali, Niger, Nigeria, Senegal, Sierra Leone, Togo North Africa: Algeria, Egypt, Libya, Mauritania, Morocco, Tunisia We are looking for institutions and business enterprises with innovations spanning the research-to-commercialization continuum, and those addressing business model re-invention. Innovations should contribute towards transforming agricultural practices for improved incomes and food security for ALL, including women. Successful AgTech innovations should demonstrate a clear focus on bridging the gender gap in African agriculture. They should be scalable across multiple geographies in sub-Saharan Africa. Eligibility Criteria AWARD GAIA is looking for enterprises that: 1. Serve the agricultural or allied sectors; 2. Demonstrate clear benefits to groups that are often marginalized in agriculture including women smallholder farmers and other women value chain actors 3. Have an innovative technology or business model; 4. Have a clear for-profit business model with high potential for scale; 5. Have some proof of concept on the ground, conducted pilots, and are preferably generating revenues; 6. Are seeking funding to commercialize or scale. Saiba mais em: http://awardfellowships.org/gaia/

Ver mais

Destaque ·

Logo asti
Projeto ASTI (Indicadores de Ciencia e Tecnologia Agricola)

02/08 às 12:11

O protejo ASTI ( Indicadores de Ciência e Tecnologia Agrícola) é um protejo financiado pela Fundação Bil e Melinda Gates. Trabalha com alianças colaborativas com varias agências regionais e nacionais de investigação e desenvolvimento e também instituições internacionais. Este projeto é uma fonte de informação sobre os sistemas de investigação e desenvolvimento agrícolas nos países em desenvolvimento. As atividades desenvolvidas no âmbito do projeto, sao essencialmente fazer o levantamento, via inquérito, dos indicadores de investigação e desenvolvimento agrícola, nomeadamente, recursos humanos, financeiros e materiais. INVESTIGADOR RESPONSÁVEL: António Fortes - http://cv.skanplatform.org/users/557

Img771
  28 Mai
3ª Feira de Agro-Negócios - "Acrescentar Valor, Transformar e Internacionalizar"

25/05 às 21:42

À semelhança dos anos anteriores, a feira contará com a participação de Instituições governamentais, privados do sector agropecuário e ainda a presença de representações internacionais.

20160707 142140
ECAA MINISTRA CURSO MODULAR EM UTILIZAÇÃO DE DRONES

08/07 às 11:57

A Escola de Ciências Agrárias e Ambientais da Universidade de Cabo Verde, no âmbito da Pós-Graduação e Mestrado em Gestão de Informação Agrícola e Agricultura de Precisão (AGIM) e em parceria com a Nova Information Management School, ofereceu nos dias 7 e 8 de Julho (Nas suas instalações em São Jorge dos Órgãos) o Curso Modular em Utilização de Drones. Com duração de cerca de 12 horas (englobando os seguintes itens: Os drones para utilização civil. Tipologias; Considerações legais e de segurança: Regulação internacional e local; Segurança e Privacidade; Aquisição de imagens aéreas e a geração de mapas para agricultura de precisão I Point cloud. Imagens RGB e NIR. NDVI; Medição de áreas. Sistemas de coordenadas, Operação de multirotor I; Meteorologia, radio, baterias, máquina fotográfica. Obstáculos, Plano de voo, Telemetria e Operação de multirotor II) o curso contou com a participação de estudantes do mestrado AgIM e com profissionais de diversas instituições públicas como o INIDA, INMG, INGT, DGADR, Proteção Civil e algumas Câmaras Municipais.

Ver mais

Eventos ·

Top 10 Utilizadores · Ranking